Fatos e Detalhes

  • Dólar Comercial R$ 3,200 Dólar PTAX800 R$ 3,208
  • 20-01-2018 | 10:20h

Última tropa brasileira da missão no Haiti embarca em Viracopos e Jungmann sinaliza nova operação na África

Última tropa brasileira da missão no Haiti embarca em Viracopos e Jungmann sinaliza nova operação na África

Duzentos e cinquenta militares das Forças Armadas embarcaram para missão de paz no Haiti, nesta quinta-feira (1), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP). Esta foi a última tropa enviada para a Missão das Nações Unidas para a Estabilização do Haiti (Minustah), que encerra as atividades após 13 anos no país caribenho. O ministro da Defesa, Raul Jungmann, participou da solenidade e sinalizou para uma possível próxima operação na África.
“Temos de 13 a 14 possibilidades [de destinos em novas missões]. Mas aquela que vem despontando é na África. E na África um dos três locais é a República Centro Africana”, disse o ministro durante a solenidade de embarque.
O Conselho de Segurança das Nações Unidas decidiu em abril que encerrará neste ano -- até 15 de outubro -- a missão de paz da organização no Haiti (Minustah), substituindo-a por uma operação policial menor, que será retirada ao longo de dois anos na medida em que o país aumente sua própria força.
 

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, durante solenidade em Viracopos (Foto: Patrícia Teixeira/G1)
De acordo com o Exército, desde que teve início a Missão de Paz no Haiti, em 2004, foram cerca de 20 mil militares atuando no país. No total, 850 homens e mulheres participam da desmobilização das tropas naquele país. Outros 600 soldados já haviam embarcado nas últimas semanas.
 
Eles vão passar a missão para a polícia da ONU. Um dos motivos para o Brasil encerrar a missão é o fato de o país ter conseguido reativar a polícia local. Neste momento, apenas militares brasileiros estão neste tipo de missão no Haiti.
 

Famílias
 
Familías de militares que seguiram para o Haiti participaram da solenidade de embarque nesta quinta-feira. A esteticista Ana Paula Lima foi se despedir do noivo, que é tenente e está no grupo enviado e que só retorna em 5 meses.

Olá, deixe seu comentário para Última tropa brasileira da missão no Haiti embarca em Viracopos e Jungmann sinaliza nova operação na África

Qual sua nota para esse conteúdo?
Enviando Comentário Fechar :/

Notícias Relacionadas

Notícias Relacionadas

Aguarde! Carregando...
Aguarde! Carregando...
X